Já li — O Prazer da Leitura

PORQUE LI?

O Prazer da Leitura” é, para mim, um texto importante no mínimo por dois motivos: porque ler é, de facto, um dos maiores prazeres que tenho na vida e porque desenvolvo projetos na área da Biblioterapia, método baseado no poder transformador dos livros, que Proust também advogava. Já tinha lido excertos do ensaio — que é pequeno, apenas 51 páginas; 67 com as notas incluídas — e era chegada a hora de ler o texto na íntegra.

 O QUE ACHEI?

Há contudo alguns casos, alguns casos patológicos por assim dizer, de depressão espiritual, em que a leitura se pode tornar uma espécie de disciplina curativa e ser encarregada, através de incitamentos repetidos, de reintroduzir perpetuamente um espírito preguiçoso na vida do espírito. Os livros desempenham então junto dele um papel análogo ao dos psicoterapeutas junto de certos neurasténicos. É sabido que em certas perturbações do sistema nervoso, o doente, sem que qualquer dos órgão tenha sido afetado, está enredado numa espécie de impossibilidade de querer, como numa vala profunda, donde não conseguisse sair sozinho, e onde acabasse por desfalecer se uma mão forte e caridosa não lhe fosse estendida (…) O que é preciso, pois, é uma intervenção que, ao mesmo tempo que vem de outra pessoa, atue no fundo de nós próprios, é de facto a impulsão de outro espírito, mas recebida no meio da solidão (…) A única disciplina que pode exercer uma influência favorável nesses espíritos é pois a leitura (…) Enquanto a leitura for para nós a iniciadora cujas chaves mágicas nos abrem do fundo de nós próprios a porta das habitações onde não teríamos conseguido penetrar, o papel dela na nossa vida será salutar.” (Pág. 31 a 34)

O Prazer da Leitura” é um texto imprescindível para quem trabalha com livros; um aconchego para quem não faz dos livros profissão, mas dedica muito do seu tempo a ler, porque sabe o quanto a sua vida se torna melhor graças aos múltiplos benefícios da leitura. Todos se identificarão e compreenderão as palavras de Marcel Proust, que materializam com sabedoria o que tantas vezes sentimos quando mergulhamos num livro.

Este é um ensaio tão breve e de leitura tão acessível e sumarenta, que é uma pena não lhe dedicar uma hora ou duas. Vão ver que, volta e meia, vai apetecer-vos regressar ao texto e citá-lo, até, nas conversas com leitores ou com aqueles que dizem “não tenho tempo para ler”.

Recomendo, claro.

Advertisements

One thought on “Já li — O Prazer da Leitura

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s