Uma tertúlia inesperada

Aproximei-me do Ricardo, expliquei-lhe o que pretendia e enquanto o senhor que estava sentado ao seu lado me cedia gentilmente o seu lugar, a senhora sentada à sua frente tranquilizava-o quanto à natureza do meu projeto, que afirmou conhecer. Pousei toda a minha tralha no assento (mala, livros, guarda-chuva…), afastei-me o possível para fazer a fotografia (a carruagem estava cheia) e voltei, depois, ao meu lugar para conversar e tomar notas. “Não sou nada esquisito a ler, leio de tudo um pouco“, foi desta forma sucinta que o Ricardo traçou o seu perfil de leitor. Grande consumidor de livros, lamenta que sejam tão caros em Portugal e afirma que para quem sabe ler em inglês sai muito mais barato fazer as compras na Amazon. A senhora sentada à sua frente concorda e aproveita para partilhar detalhes sobre uma encomenda que recebeu há pouco tempo. É precisamente para reduzir custos que o Ricardo diz recorrer a livros emprestados, como era o caso de “Inferno“, de Dan Brown, o livro que se vê (pouco!) na fotografia. Já tinha lido todos o outros títulos do autor e estava a gostar muito deste último, nomeadamente por causa da contextualização histórica que é feita. A senhora sentada à sua frente concorda de novo e acrescenta, sem querer desvendar muito, que “o fim não tem nada a ver com o que se espera!“. E neste momento perdi o controlo da conversa. Não sei bem como aconteceu, mas quando dei por mim o Ricardo e esta passageira debatiam os seus autores de thrillers e policiais favoritos (ouvi mencionar Agata Christie e Daniel Silva), recordavam os tempos saudosos das primeiras leituras (“Os Cinco”, “Uma Aventura”, “O Clube das Chaves”, “Harry Potter”) e referiam-se a personagens como se existissem em carne e osso, tudo isto sem que eu conseguisse interrompê-los. Tive a sensação de que toda a carruagem vinha atenta a esta tertúlia inesperada. Quase a chegar a Matosinhos só consegui fazer uma última pergunta: “Pode apontar o livro da sua vida?“. O Ricardo foi perentório: “Custa-me eleger um livro em especial porque cada livro é um mundo diferente“.

Advertisements

One thought on “Uma tertúlia inesperada

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s