Joaquim & Manuel António Pina

 
Na última greve dos STCP, à falta de autocarros, não tive outra solução a não ser caminhar da Rua da Restauração até à Casa da Música para apanhar o Metro. Se assim não fosse, não teria passado pela entrada da Escola de Música Guilhermina Suggia onde, para lá das portas de vidro e ao abrigo da noite gelada, o Joaquim lia enquanto esperava que terminasse a lição do filho. Manuel António Pina, jornalista e escritor portuense, foi a sua escolha para esse momento de pausa. No livro “Crónica, Saudade da Literatura“, o Joaquim  estava basicamente a reler textos que já conhecia, porque para si ler Manuel António Pina é pura diversão. “Gosto muito deste autor, acho piada à forma como escrevia e às críticas que fazia. Mas também sou leitor da sua poesia e compro os seus livros infantis para o meu filho”, contou-me. 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s