O filho brinca, o pai lê


O Jama tem um bebé que ainda não vai à escola. Para que o seu pequenote não fique privado de conviver e brincar com outras crianças, o Jama leva-o algumas vezes à Biblioteca Municipal Almeida Garrett onde pode interagir com alguns miúdos. Enquanto o filho brincava sentado no tapete que forra parte da sala de leitura dos mais novos, o pai tinha pegado ao acaso no livro Diga Não aos Seus Filhos“, cujo tema lhe pareceu interessante e do qual talvez pudesse tirar algumas dicas sobre a melhor forma de educar uma criança. Em casa, no entanto, o Jama estava a ler algo completamente diferente: “O Manual dos Inquisidores“, de António Lobo Antunes. Embora seja leitor habitual, este era apenas o segundo livro de um autor português que lia (o outro tinha sido “Os Maias“, de Eça de Queirós), uma vez que a sua preferência sempre foi para autores clássicos estrangeiros cujas obras refletem preocupações sociais, tais como Dostoievski ou Tolstoi. De Lobo Antunes, ainda assim, estava a gostar, “apesar da escrita repetitiva”.
Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s