Alberto, os livros e os afetos

 
Embora deduzisse que se tratava de um romance, o livro que o Alberto lia foi escolhido um pouco por acaso. Chamou-lhe a atenção o título — “O Sabor dos Caroços de Maçã” —, por referir-se a um fruto que aprecia e que considera muito são. E depois desta escolha aleatória veio a surpresa da identificação com a história que é narrada: o Alberto, à semelhança das protagonistas do romance, também lida com o envelhecimento da mãe, a perda de memória e as consequências de tudo isso nos afetos. Na sua opinião “os livros ajudam a aprofundar a nossa existência” e dão-nos “um prazer redobrado quando nos identificamos” com o que lemos, razões que o levam a pensar oferecer este mesmo romance aos seus irmãos.
Advertisements

2 thoughts on “Alberto, os livros e os afetos

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s