Pedro na mão do diabo

 
O outono tem esta coisa boa: quando pensamos que o caminho em direção ao inverno é irreversível, surge um dia quase primaveril que convida ao regresso à esplanada e à cerveja fresquinha. Foi nestes preparos que encontrei o Pedro, que aproveitava a hora de almoço para ler mais umas páginas de “A Mão do Diabo“, o mais recente livro de José Rodrigues dos Santos. O Pedro tem com este autor uma relação de longa data. Contou-me que o primeiro romance que alguma vez leu era, precisamente, de José Rodrigues dos Santos e que a recomendação lhe foi feita por uma freira do Liceu Luso-Francês onde estudava. Desde então, leu tudo o que o autor publicou e diz que cada novo romance lhe aguça a curiosidade. Sobre o livro que tinha em mãos adiantou que estava a gostar. No entanto, o personagem Tomás Noronha pareceu-lhe algo gasto e demasiado forçado o facto de, neste livro, se encontrar desempregado.
Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s