Holly, a ibérica

Quando vim viver para o Porto, em março de 2000, o Clérigos Shopping — que compunha um quarteirão inteiro na baixa da cidade, entre a Torre dos Clérigos, a Reitoria da Universidade do Porto e o conjunto de edifícios onde fica a Livraria Lello — já não era um espaço comercial pujante. Com o passar dos anos as lojas, os restaurantes e os bares foram fechando e por volta de 2005 o shopping deu lugar a uma galeria comercial fantasma, completamente votada ao abandono e alvo de atos de vandalismo. Garanto-vos que o espetáculo era do mais deprimente que se pode imaginar, bem no centro histórico de uma cidade tão bela e não muito distante de uma área classificada como Património Mundial da Humanidade…. 
 
No entanto, o ano passado o espaço entrou em obras e de há umas semanas a esta parte o antigo Clérigos Shopping deu lugar ao Passeio dos Clérigos. Não morro de amores pelo novo edifício, é verdade, mas acho imensa piada ao jardim de oliveiras que plantaram no cimo da estrutura e à rua que rasga o edifício ao meio. É como se a baixa do Porto tivesse ganho mais uma rua de lojas, já que todos os espaços comerciais têm montras para o exterior. O primeiro a abrir ao público foi o Costa Coffee que conta com uma boa esplanada e foi aí, ao sol, que encontrei a Holly a ler. 
 
Quando a abordei, optei por lhe perguntar se falava inglês, ao que respondeu que sim. Só quando lhe entreguei o cartão do Acordo Fotográfico e lhe expliquei que o blogue estava escrito em português é que ela me disse, baixinho, “Eu falo português.” Esta simpática inglesa de voz e sorriso muito doces estuda português há dois anos na Universidade de Bristol e aproveitou o programa Erasmus para vir até ao nosso país aperfeiçoar o idioma. A par do português, a Holly também estuda espanhol e era um romance em espanhol que estava a ler quando passei por ela. O livro, que se intitula “La Tesis de Nancy“, é, pelo que fiquei a saber depois, muito popular por entre os estudantes de língua espanhola de todo o mundo e relata as experiências de uma jovem universitária americana chamada Nancy durante a sua estadia de um ano em Sevilha. 

PS – No próximo post volto a Milão.
Advertisements

2 thoughts on “Holly, a ibérica

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s